05 abril 2014

Vase de Noces (1974)


Título: The Pig Fucking Movie (EUA)
Dirigido por: Thierry Zéno
Duração: 80 minutos
País: Bélgica (Filme mudo)


Um fazendeiro louco que vive só, rodeado de animais,se relaciona de maneira singular com uma porca. Depois de ser fertilizada, ela dá à luz três filhotes.  no entanto, ele não consegue se entender com os leitões, e, (uma cena aparentemente benigna) torna-se frustrado em não obter o desejado, ele os mata os pequenos leitões enforcados, e a mãe porquinha, aparentemente, se mata de dor.
Deixado sozinho, o protagonista se auto-destrói em meio a coprofagia (prática de ingestão de fezes) e vômitos.


Amor e loucura sendo estabelecidos numa linha tênue de prazer e crueldade. Um romance bestial... Poderia haver algo mais normal que seu próprio cotidiano?Galinhas, patos, perus, carinho, respeito por uma ótica pessoal e um juízo fora de si. Ele é o homem que respeita a mulher quando a mesma não quer transar/ele é o homem que espera a porca aquietar-se para penetrá-la. O homem demarca seu relacionamento em meio a uma ‘’sociedade’’ vivendo normalmente, construindo seus dias nos mais perfeitos conformes, sob sussurros ofegantes e intermináveis até o último suspiro.
The Pig Fucking Movie é filmado em preto e branco, possui zero linhas de diálogo (não é um filme mudo), e contém um enredo muito solto.  Para a maioria não foi feito com a finalidade expressa de entretenimento! 

O filme gerou muita controvérsia, filme explícito, e crueldade com animais, sendo censurado no festival The Perth International Film em 1975.

(Zéno também constata nesse filme usar os porcos como um símbolo político contra a prática ao uso da porca que soa como um símbolo de feminilidade)


Nenhum comentário:

Postar um comentário